terça-feira, 30 de maio de 2017

Culpa tua.

« E agora de quem é culpa?
A culpa é sua por ter esse sorriso
Ou a culpa é minha por me apaixonar por ele, só isso. »

segunda-feira, 29 de maio de 2017

A. e J. não combinam.

Não é fácil, para nós namoradas, ouvirmos falar sobre amigas ou colegas de trabalho constantemente a toda a hora. Se magoa? Claro que sim. Mas porque é que quando é o contrário nós é que temos culpa de tudo? 
Vou vos contar que o Joseph e o Anter não se dão nada, porque o J. não gosta do A. devido a histórias passadas. (que passo contar neste post.)
2009/2010 conheci o A. com algumas segundas intenções. Ambos gostávamos de falar diariamente e eramos aquelas pessoas de "fica ou não fica". Mas claro, como eu me ferro sempre nestas coisas de friendzone, a cena de "ambos" gostávamos um do outro era mais da minha parte do que da dele. Até que conheci o J. em 2011 e em 2012 comecei por dar uma oportunidade ao Joseph porque não tinha nada a perder. Entretanto, o A. já nem falava comigo porque já estava a namorar com outra rapariga.
Tempos depois, ainda ele namorando, procurou-me e parece que ganhou "um par deles" para confessar de tudo e mais alguma coisa. Mas como podem prever, claro que não ia deixar a pessoa com quem estava pelo A
Confesso que eu e o A. somos idênticos: quer a nível musical, gostos, estilos e tudo mais. Mas é só mesmo isso: gostos idênticos. Porque hoje em dia já posso dizer que não me aquece nem arrefece porque raramente falamos. 
Eu, como namorada e melhor amiga do J. não consigo esconder quase ou mesmo nada dele e odeio não dizer o que se passou comigo e que x ou y falou comigo por isto ou por aquilo.

O A. não tem nada contra o J... Mas o J. já tem tudo contra o A.
Se parece um filme? Parece, mas é bem real. 


E eu neste momento não tenho tido contacto com o Anter (como referi em posts anteriores) 
e tenho tido muito  contacto com o Joseph. (risos)